Páginas

A renovação do Casamento

" ASSIM COMO AS MISERICÓRDIAS DO SENHOR SE RENOVAM A CADA DIA EM RELAÇÃO A NÓS, NOSSO CASAMENTO DIRIGIDO POR ELE E N'ELE TAMBÉM PODE SER RENOVADO A CADA DIA.


Como é bom participar de festas! São momentos descontraídos onde podemos confraternizar com alegria. Contudo, nem todas as festas terminam bem. Um deslize ou erro qualquer pode destruir uma festa. Mas a festa que tem Jesus sempre acaba bem.

O casamento em Caná da Galiléia é famoso por ser onde aconteceu o primeiro milagre de Jesus. Tudo ia bem até o momento em que chegou a notícia de que o vinha havia acabado. Para aquele tempo, isso seria o mesmo que dizer que a festa havia acabado. O suco da uva, comparado ao refrigerante de hoje, era a principal bebida servida.
Jesus mostrou que é o Criador e dono de tudo, que fez tanto a água como o vinho, poderia transformar todas as coisas. Deus também foi o criador do casamento e é ele que pode transformar o relacionamento do homem e da mulher.

Ali havia seis talhas de água que seria usada para lavar os pés e mãos das pessoas. Esta água era conhecida como ‘água da purificação’. Mas Jesus quis transformar aquela água em vinho para mostrar que precisamos purificar nosso interior e isso só é possível através do sangue de Jesus.

Muitos casamentos começam bem como aquela festa, mas de repente a alegria se acaba. É neste momento que o casal precisa convidar Jesus para transformar o que não está bem e renovar tudo.

Como transformar o casamento?

As seis talhas podem representar algumas coisas que precisam ser transformadas no casamento se tornando talhas reservatório:

1ª talha – IRA transformada em PACIÊNCIA:
Naquele momento alguém pode ter ficado com raiva por causa de o vinho ter-se acabado, mas Jesus acalmou tudo e resolveu a situação pedindo paciência “ainda não é chegada a minha hora” e no momento certo operou o milagre.
A ira e impaciência atrapalha muito o relacionamento do casal. Mas o verdadeiro amor “tudo espera” (I Coríntios 13.4). O casamento precisa de uma talha reserva de paciência.
Jesus transforma a ira em paciência!              

2ª talha – DECEPÇÃO transformada em ESPERANÇA:
Os convidados da festa ficariam decepcionados bem como os noivos que tanto sonharam com aquele momento, por isso Jesus deu nova esperança àquele casal.
Quando uma pessoa espera algo de alguém e esta pessoa não corresponde, fica decepcionada. O casamento precisa ser alimentado com esperança e sonhos de um futuro feliz. Todo casamento precisa de uma reserva de esperança para vencer as decepções da vida.
Jesus transforma a decepção em esperança!            

3ª talha – DESCRÉDITO transformado em CONFIANÇA:
Aquela família e o mestre sala teriam descrédito total da sociedade se a festa acabasse pela falta do vinho. Jesus trouxe confiança a todos ao ponto de se dizer “guardaste o melhor vinho até agora” (v.10).
Com o tempo, quando as dificuldades surgem, vem o descrédito para quem não consegue ver uma solução. O casal precisa ter confiança um no outro e principalmente em Jesus para vencer seus problemas. Procure reservar confiança para nunca cair em descrédito.
Jesus transforma o descrédito em confiança!          

4ª talha – ANSIEDADE transformada em PAZ:
Os minutos em que a notícia começou a andar que o vinho estava acabando foram de longo sofrimento para os donos da festa e quanto se acabou completamente quase veio o desespero. Quando Jesus pegou a água e transformou, a paz voltou àquela festa.
A ansiedade provoca sofrimento antecipado. Antes de qualquer problema a pessoa já sofre mesmo que nada tenha acontecido de fato. O casamento precisa de tranquilidade e paz pra que os dois vivam bem, um dia de cada vez.
Jesus transforma a ansiedade em Paz!          

5ª talha – TRISTEZA transformada em ALEGRIA:
Quase que a festa termina com tristeza, mas graças a Jesus continuou com alegria.
A tristeza bate quando a pessoa se sente sozinha e não tem forças para continuar. O casamento deve combater a tristeza e semear alegria. Mas o casamento que tem Jesus é alegre porque a “alegria do Senhor é a nossa força” (Neemias 8.10).
O casal precisa sempre alimentar seu amor com alegria reservando-a para vencer juntos os momentos difíceis da vida.
Jesus transforma a tristeza em alegria!

6ª talha – FRIEZA transformada em AMOR:
Enquanto muitos convidados nem se importavam como o noivo conseguiria mais vinho, Jesus se interessou em ajudar e tudo foi resolvido.
No casamento não pode haver frieza e indiferença. O amor é como uma brasa que precisa ser mantida acesa no coração. Jesus é o dono do verdadeiro Amor, porque “Deus é amor” (I João 4.8). Por isso quando faltar amor, peça ao dono do amor que lhe aumente. Reserve sempre o amor com abundância.
Jesus transforma frieza em amor!
Jesus quer renovar seu casamento!

CONCLUSÃO:

As seis talhas são reservas que precisamos manter cheias para que o casamento permaneça abastecido e a festa nunca acabe. A bíblia não conta o nome do casal que Jesus foi ao casamento, mas este casal pode ser você e seu cônjuge.

Na simbologia bíblica, água pode significar provação, luta, obstáculo (mar vermelho) e mudança, lavagem e purificação pelo batismo. Jesus mostrou com este milagre que transforma a provação em bonança e quer lavar nosso interior com seu sangue (vinho).

A exemplo daquele casamento, você deve:

1> Convidar Jesus para seu casamento e melhores momentos de sua vida;

2> Contar tudo para Ele, principalmente quando algo faltar;

3> Faça tudo o que Ele disser, obedecendo ao seu mandado;

4> Deixe ele operar o milagre como e quando quiser.

Jesus transforma:
ira em paciência!
decepção em esperança!
descrédito em confiança!
ansiedade em paz!
tristeza em alegria!

A PAZ, IRMÃOS

ESTUDO ELABORADO PELO  PASTOR - ELIO LOIOLA

0 comentários:

Postar um comentário

 

© - 2014. Todos os direitos reservados.Imagens Crédito: Valfré