Páginas

DEVERES BÍBLICOS PARA HOMENS E MULHERES

A Bíblia Sagrada está impregnada de conselhos práticos para homens e mulheres. O SENHOR definiu o lugar e a missão de cada um aqui na terra, para que, atentando diligentemente para todos os conselhos, pudessem alcançar o glorioso lugar no Reino de DEUS, a morada celestial eterna.

Desde o tempo da criação, homens e mulheres possuem um lugar definido por DEUS aqui na terra. Quando o SENHOR criou o homem, estabeleceu: “(...) Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança; E DOMINE sobre os peixes do mar, e sobre as aves do céu, e sobre o gado, e sobre toda a terra, e sobre todo o réptil que se move sobre a terra” (Gênesis 1:26) (grifo meu). Desde o princípio, a missão do homem foi a de liderar, dominar, ser cabeça e sacerdote. Ao homem o SENHOR deu ordens: “E ordenou o SENHOR Deus ao homem, dizendo: De toda a árvore do jardim comerás livremente, mas da árvore do conhecimento do bem e do mal, dela não comerás; porque no dia em que comeres, certamente morrerás” (Gênesis 2:17).

DEUS confiou ao homem a responsabilidade de definir, ser líder, assumir o seu papel, estar à frente, com amor e sabedoria. Como o SENHOR é o líder maior, o soberano, o dominador, assim o homem deveria imitá-LO, ser essa imagem na terra.

À mulher, DEUS a fez de uma das costelas do homem. E antes mesmo que a fizesse, revelou a sua missão:“E disse o SENHOR Deus: Não é bom que o homem esteja só. Far-lhe-ei uma AJUDADORA IDÔNEA para ele” (Gênesis 2:18) (grifo meu). DEUS fez a mulher como complemento à vida do homem. A mulher, para toda a vida, deveria ajudá-lo idoneamente, ou seja, de forma correta, íntegra, honesta, submissa e obediente.

A única missão comum estabelecida por DEUS para homens e mulheres foi a de se unirem em uma só carne (casamento) e gerarem frutos, filhos para a glória do SENHOR.

Mas aí veio a serpente, a mais astuta de todas as alimárias do campo, e esta se dirigiu à mulher para persuadi-la ao pecado, à desobediência. A serpente era o diabo. E com voz mansa, tentou a mulher contra aquilo que o SENHOR havia estabelecido. O objetivo maior de satanás até os dias de hoje é o de desfazer tudo o que o SENHOR fez e ordenou. Se o SENHOR houvesse dito que a serpente era boa e confiável, ela ficaria contra si mesma, apenas com o intuito de tentar envergonhar o SENHOR. Observamos as primeiras palavras da serpente: “É assim que Deus disse: Não comereis de toda a árvore do jardim?” (Gênesis 3:1). Agora, vejamos as últimas palavras dela: “Então a serpente disse à mulher: Certamente não morrereis” (Gênesis 3:4). E para conseguir sucesso no seu intento, viu, na mulher, a possibilidade de êxito naquilo que planejara. A mulher ao invés de não dar ouvidos à serpente, deveria ter ficado presa à submissão ao seu marido. Assim o pecado entrou no mundo e fez a separação do homem com Deus: “Mas as vossas iniquidades fazem separação entre vós e o vosso Deus; e os vossos pecados encobrem o seu rosto de vós, para que não vos ouça” (Isaías 59:2). Porque deu ouvidos ao diabo e fez o que DEUS ordenara para não ser feito, a mulher tornou-se impossibilitada de qualquer manifestação frente ao marido, em casa, como na igreja:

“Quero, pois, que os homens orem em todo lugar, levantando as mãos puras, superando todo ódio e ressentimento. Do mesmo modo, quero que as mulheres usem traje honesto, ataviando-se com modéstia e sobriedade. Seus enfeites consistam não em primorosos penteados, ouro, pérolas, vestidos de luxo; e, sim, em boas obras, como convém a mulheres que professam a piedade. A MULHER APRENDA EM SILÊNCIO, COM TODA A SUJEIÇÃO. NÃO PERMITO À MULHER QUE ENSINE NEM USE DE AUTORIDADE SOBRE O HOMEM, MAS QUE ESTEJA EM SILÊNCIO. Pois o primeiro a ser criado foi Adão, depois Eva. E não foi Adão que se deixou iludir, e sim a mulher que, enganada, se tornou culpada de transgressão” (1 Timóteo 2:8-14)(grifo meu).

Em silêncio, de boca fechada, pronta a obedecer. É isso que o SENHOR espera de uma mulher, que se diz cristã, para honrá-la. Mas, vivemos o tempo de conselhos e comportamentos radicalmente diferentes destes, proferidos pelo SENHOR.

Às mulheres da igreja em Éfeso, Paulo escreveu: “Vós, mulheres, SUJEITAI-VOS A VOSSOS MARIDOS, como ao Senhor; porque o marido é a cabeça da mulher, como também Cristo é a cabeça da igreja, sendo Ele próprio o salvador do corpo. De sorte que, assim como a igreja está sujeita a Cristo, assim também as mulheres sejam em tudo sujeitas a seus maridos” (Efésios 5:22-24). Aos homens, veio uma ordem mais profunda e estreita: “Vós, maridos, AMAI vossas mulheres, como também Cristo amou a igreja, e a si mesmo se entregou por ela, para a santificar, purificando-a com a lavagem da água, pela palavra, para a apresentar a si mesmo igreja gloriosa, sem mácula, nem ruga, nem coisa semelhante, mas santa e irrepreensível. Assim devem os maridos AMAR as suas próprias mulheres, como a seus próprios corpos. Quem ama a sua mulher, ama-se a si mesmo” (Efésios 5:25-28).

Cabe à mulher a sujeição; ao homem, cabe o amor: o amor-entrega, o amor fiel, o amor como sacrifício vivo. O amor do marido pela sua esposa leva-a à santificação irrepreensível. Ser fiel corresponde a entregar o seu corpo apenas a sua esposa, santificando-o. E o marido, no Grande Dia, deverá apresentar a sua esposa ao SENHOR, como ELE apresentará a igreja a Si mesmo. Não é qualquer mulher, fruto de um relacionamento ilícito, mas a sua primeira e legítima esposa, aquela que deixou casa de pai e mãe com ele e o SENHOR testemunhou em casamento. Quem tentar trapacear o SENHOR no Grande Dia, apresentando outra mulher como sendo a esposa, ouvirá DELE: “Nunca vos conheci! Apartai-vos de mim, vós, que praticais a iniquidade” (Mateus 7:23).

O apóstolo Pedro, outro que abordou o assunto, escreveu: “Semelhantemente, vós, mulheres, sede sujeitas aos vossos próprios maridos; para que também, se alguns não obedecem à palavra, PELO PORTE DE SUAS MULHERES, sejam ganhos SEM PALAVRA. Considerando a vossa vida casta, em temor” (1 Pedro 3:1-2) (grifo meu). Pedro ratifica, em todos os pormenores, aquilo que fora dito pelo apóstolo Paulo a Timóteo, inclusive com a observância dos trajes, das vestimentas femininas: “O enfeite delas não seja o exterior, no frisado dos cabelos, no uso de joias de ouro, na compostura dos vestidos; mas o homem encoberto no coração; no incorruptível traje de um espírito MANSO E QUIETO, que é precioso diante de Deus, porque assim se adornavam também antigamente as santas mulheres QUE ESPERAVAM EM DEUS, e estavam sujeitas aos seus próprios maridos. Como Sara obedecia a Abraão, chamando-lhe senhor; DA QUAL VÓS SOIS FILHAS, fazendo o bem, e não temendo nenhum espanto” (1 Pedro 3:3-6) (grifo meu).

É profundamente sério tudo o que acabamos de ler. A Bíblia orienta as santas mulheres que o seu foco não esteja no exterior, na vaidade, nas roupas e nos acessórios que usam; mas seja o seu marido encoberto em seus corações, em um espírito manso e quieto, pois, com esse espírito, as mulheres santas antigas adornavam as suas almas. Profundamente lindo, poético e perfeito! Qual mulher tem escondido o seu interesse na submissão ao seu marido, guardando-o em seu coração?

Mas quando comparo o comportamento das mulheres de hoje, que se dizem cristãs, com aquilo que o SENHOR escreveu sobre elas, fico espantado devido ao profundo abismo que as separa dos santos ensinamentos. Meu DEUS santo, santo e santo, embora essas mulheres estejam nos templos religiosos, professando o Seu santo e precioso Nome, caminham para a perdição. Elas não são ensinadas na Palavra pelos seus líderes; não são exortadas a viver uma vida de temor ao SENHOR. Por isso, são rixosas, rebeldes, atrevidas, obstinadas e entregues à dissolução da insubmissão na qual vivem. Aplaudem as suas mulheres-pastoras e ainda dizem: “São mulheres de DEUS”.

Aos maridos, Pedro escreveu: “Igualmente vós, maridos, COABITAI COM ELAS com entendimento, DANDO HONRA À MULHER, como vaso mais fraco, como sendo vós os seus coerdeiros da graça da vida; PARA QUE NÃO SEJAM IMPEDIDAS AS VOSSAS ORAÇÕES” (1 Pedro 3:7) (grifo meu). A primeira ordem diz: COABITAI COM AS SUAS ESPOSAS; ou seja, não as desprezem por nada, não as repudiem, não as abandonem. O segundo afirma: HONREM AS SUAS ESPOSAS, respeitem-nas, as amem como CRISTO AMOU E AMA A IGREJA. Por fim, façam essas coisas para que as vossas orações sejam atendidas por DEUS. Talvez esses conselhos, um dia, sensibilizem o coração de muitos que se dizem “homens de DEUS” e acham que as suas orações são ouvidas por DEUS.

Vivemos tempos amargos, de heresias multiplicadas e feminismo exacerbado e contagioso. À luta pela igualdade social e profissional entre homens e mulheres no mundo, infelizmente, contaminou os que se dizem igreja do SENHOR, mas fogem dos Seus conselhos. Os falsos ministérios pastorais femininos já cauterizaram a mente de muitos, que aceitam e se submetem a esse tipo de heresia. Páginas no Facebook e em outras redes sociais lideradas por mulheres; grupinhos fechados organizados por mulheres insubmissas, que acham que estão no caminho do Céu, mas vivem, dia-a-dia, enganadas pela mesma serpente do Éden. NÃO HÁ SANTIDADE SEM SUBMISSÃO. Da mesma forma, homens desonestos, mentirosos, que se prostraram em um lugar onde DEUS não os colocou. Maridos infiéis as suas esposas, arrogantes, violentos, estúpidos, que não as honram como vasos mais fracos e, por isso, as suas orações não são atendidas pelo SENHOR. Seus testemunhos são mentirosos!

Sempre digo que não haverá igreja de pé espiritualmente diante de DEUS, se não houver pessoas dispostas a cumprirem os deveres que o SENHOR ordenou para cada um. Da mesma forma que nenhum casamento subsistirá sem que maridos e esposas cumpram adequadamente os seus deveres: “E assim cada um ande como Deus lhe repartiu, cada um como o Senhor o chamou. É o que ordeno em todas as igrejas” (1 Coríntios 7:17).

Precisamos hoje abrir mão do nosso EU, de nossas vaidades pessoais, para que o SENHOR reine em nossa vida. Caso contrário, seremos iguais à geração dos murmuradores, hipócritas, israelitas que, embora fosse considerada filhos do SENHOR, morreu prostrada no deserto por causa da desobediência; e não entrou na Canaã prometida...

ESTUDO ELABORADO PELO  PASTOR  FERNANDO CÉSAR 

0 comentários:

Postar um comentário

 

© - 2014. Todos os direitos reservados.Imagens Crédito: Valfré