Páginas

A grande diferença

Estive pensando em situações que são muito parecidas, mas não são iguais. Guilherme e Henrique nasceram no mesmo dia, na mesma hora, são gêmeos, mas não são iguais. Falar de Guilherme não significa estar falando de Henrique.

É como ir a algum templo religioso. Isso não significa que essa pessoa é templo e morada do Espírito Santo. São situações que podem parecer iguais, mas são completamente diferentes.

Por exemplo: afirmar NÃO DESISTA DO SEU CÔNJUGE não é a mesma coisa que dizer O SEU CASAMENTO SERÁ RESTAURADO. A primeira frase tem respaldo bíblico; a segunda pode não ter. Afirmar, com 100% de certeza, que o casamento de alguém será restaurado, sem que DEUS tivesse dado essa garantia, é uma forma de ludibriar o coração alheio. É muito diferente de exortar alguém dizendo: TENHA FÉ! DEUS É PODEROSO PARA RESTAURAR O SEU CASAMENTO, SEGUNDO A VONTADE DELE.

DEUS pode querer restaurar um casamento, como também ELE poderá ter outra resposta acerca do relacionamento lícito de duas pessoas de sexo diferente. “A vontade de Deus é boa, perfeita e agradável” (Romanos 12:2) e nem sempre ela vai estar em concomitância com a nossa vontade. O importante é que não podemos abrir mão dela. Mas, para se chegar à vontade de DEUS em determinadas situações da vida, é preciso, antes, esperar.

Só digo a alguém que o casamento dessa pessoa será restaurado, se o SENHOR falar comigo de forma clara e inconfundível, assim como ELE já fez em relação a muitas pessoas que estavam e estão debaixo do meu cuidado. Mas se o Espírito Santo até a presente data se manteve em silêncio, eu também me manterei.

É muito perigoso você afirmar algo que DEUS disse sem ELE ter dito; ou usar de estratégias de marketing apenas para atrair multidão, massagear o EGO das pessoas, agradar o próprio e vil interesse, com versículos descontextualizados que não dizem nada da situação em destaque. Trabalhar para o REINO sem sabedoria e responsabilidade é ação de tolo.

Quando o SENHOR me deu o Ministério de restauração familiar pouco se dava importância a esse tema dentro dos templos. Eu era quase como um “patinho feio”, desgarrado; um louco que anunciava uma doutrina até então desconhecida dos líderes religiosos. É de considerar que a FAMÍLIA sempre foi usada como pano de fundo para atrair seguidores, membros; especialmente nessa época em que essa instituição se apresenta tão fragilizada. Mas tratar de restauração sempre foi um obstáculo intransponível no seio das denominações. Pois o conselho mais fácil nos casos em que o cônjuge abandonou a família por causa do adultério sempre esteve muito afiado na língua de quase todas as lideranças: “Deus tem o melhor para a sua vida. Deixe esse homem (ou essa mulher) para lá e busque um novo relacionamento com outra pessoa; afinal você ainda é jovem e bonito (a)”.

Os verdadeiros cristãos, os escolhidos do SENHOR, foram importunados pelo Espírito Santo para que conhecessem, acreditassem e vivessem a verdade do casamento dissolúvel apenas em caso de viuvez. Nosso Ministério foi e é apenas um instrumento da consolidação dessa Verdade na vida dos escolhidos de DEUS. As histórias sempre muito parecidas. Fulano de Tal estava desesperado em casa, depois de sofrer um repúdio por parte da sua esposa; e, humilhado, orou a DEUS para que lhe mostrasse uma solução. Em seguida, foi pesquisar na Internet e logo encontrou o Ministério Restaurando Famílias para Cristo.

Mas nem por isso usei de artifícios mentirosos para sustentar as pessoas sobre uma ilusão. SE FOR DA VONTADE DE DEUS, ELE HÁ DE RESTAURAR A SUA FAMÍLIA. Essa é a frase certa. Você deve crer nela sabendo que haverá casos em que DEUS não quererá restaurar. Conheço esposas, mulheres cristãs, que morreram espiritualmente por conta de uma convivência maldita, maligna, com homens que serviam a satanás com prazer, mesmo diante de um relacionamento lícito aos olhos do SENHOR. A licitude para DEUS não pode ser maior que o aprisionamento espiritual maligno. Assim como a ilicitude não pode conduzir ninguém a Sua presença. Mulheres são pisoteadas e humilhadas, no aspecto físico e moral, como lixo, por esses serviçais do inferno; e isso não é agradável ao SENHOR. Por isso, o melhor mesmo é ESPERAR PELO TEMPO DO SENHOR, posicionar-se corretamente; submeter-se a uma autoridade ungida e capacitada pelo SENHOR para que todas as forças sejam renovadas no deserto e para que haja transformação, mudança, aprendizado, maturidade.

Boa é a salvação estando sozinho (a) do que o inferno ao lado do cônjuge. Boa é paz e a presença de DEUS na vida, ainda que sem o cônjuge, do que estar com ele, ter o sexo quando ele quiser e ser submetida a situações terríveis. Porém, melhor do que todas essas coisas é a salvação da família toda (maridos, esposas e filhos) e é nesse conselho onde a fé tem que estar firmada.

Não há tempo mais de brincarmos de sermos cristão como se o cristianismo fosse uma brincadeira, uma distração. Acabou-se o tempo do Evangelho da “mãozinha na cabeça” e do “melzinho na chupeta”. Evangelho é renúncia total; é sofrimento por amor ao REINO; é cruz; é obediência. Evangelho é esforçar-se por viver a sã doutrina e procurar mortificar a carne todos os dias. A Graça de DEUS nos é suficiente quando estamos em Sua presença. Ela não nos desnaturaliza nem nos isenta de nossas responsabilidades humanas em relação às coisas do Reino. Creio em um DEUS que ressuscita morto, mesmo depois de quatro dias. Mas creio igualmente em um DEUS que manda o homem retirar a pedra e ordena, por exemplo: “Não adulterarás!”.

Acabou-se o tempo do Evangelho mágico. O joio já cresceu em nosso meio. Agora haverá a divisão e cada qual se apropriará de um canto diferente. Os hereges estão aí contaminando a alma de uma multidão, enganando-a, aprisionando-a; construindo templos e se sentindo maior do que Salomão. Só conheço um que foi e é infinitamente maior que Salomão: JESUS CRISTO DO CÉU, ETERNO (porque ELE deixou de ser de Nazaré faz tempo).

DEUS pode te tornar rico, milionário? DEUS pode abrir portas de emprego para você? DEUS pode te curar de uma doença terrível? DEUS pode libertar o seu cônjuge e restaurar o seu casamento? DEUS pode ressuscitar morto nos dias de hoje? Para todas essas perguntas, só há uma resposta: CLARO QUE ELE PODE. Se ELE vai fazer, melhor não entrarmos por esse caminho. Eu não sou nada nem ninguém para dar ordens a DEUS ou desvendar a plenitude de Sua vontade. ELE é quem dá ordens a vida da igreja e manda que ela espere.

Viver na completa dependência DELE é pedir: “Cumpre em mim a tua vontade”. Porque em relação ao casamento, por exemplo, é bíblico que DEUS não quer que os Seus filhos casados vivam em opressão por causa de um jugo desigual; nem que eles desistam dos opressos e se casem outra vez com novas pessoas. A voz do SENHOR diz: ESPERE!

Nada é substituível pela Paz interior. Nada é mais gratificante que estar com DEUS, sofrendo por amor a Sua Palavra. Nada é mais satisfatório que sermos a igreja do SENHOR e atender aos Seus conselhos.

Dessa forma, não pergunte aos irmãos da fé como estão seus maridos ou esposas que os (as) abandonaram (essa pergunta é mera curiosidade ou fofoca), mas em saber como esse irmão está caminhando com JESUS. Como não se deve perguntar de qual igreja (denominação) ele pertence, mas se é igreja do SENHOR JESUS.

Há uma grande diferença nessas questões citadas; e ela faz toda a diferença na vida daqueles que creem e vivem corretamente. Afinal, aprendemos aqui que, embora Guilherme e Henrique sejam perfeitamente iguais em sua forma física, eles são completamente diferentes...

Que DEUS nos conduza a Sua glória!


FERNANDO CÉSAR – Escritor, autor dos livros “Não Mude de religião: mude de vida!”, “Pódio da Graça”; “Antes que a Luz do Sol escureça” e da coleção “Destrua o divórcio antes que ele destrua seu casamento”, “Destrua o adultério antes que ele destrua seu casamento”, “Destrua a insubmissão antes que ela destrua seu casamento”. Também é pastor e líder do Ministério Restaurando Famílias para Cristo.

0 comentários:

Postar um comentário

 

© - 2014. Todos os direitos reservados.Imagens Crédito: Valfré