Páginas

Cuidai dos vossos pais....

Quase todos os seres humanos desejam ter uma vida longa. Viver plenamente é um desejo inerente à natureza humana, com exceção daqueles que se debruçaram de corpo e alma à atividade ministerial do Reino aqui na terra. Consciente do bom cumprimento do seu dever, Paulo escreveu: “Porque para mim o viver é Cristo e o morrer é lucro” (Filipenses 1:21).

Nas Escrituras Antigas alguns grandes homens de DEUS, exauridos espiritualmente, clamaram pela morte em suas vidas. Moisés e Elias são dois grandes exemplos que podemos citar.

Mas o mais comum é querer viver. Viver plenamente, ser feliz, sem importar se o véu da existência é do agrado de DEUS, como muitos fazem.

O viver com DEUS é uma atitude sacrifical, de renúncia. O viver no mundo e para o mundo significa descortinar caminhos de prazeres e instantes de felicidade, cujo fim é absolutamente desconhecido e impreciso para os que neles vivem.

Mas a Bíblia, diante do anseio de todos por viver muito, só aponta um caminho possível para isso: HONRAR O PAI E A MÃE. Esse é o primeiro Mandamento que vem acompanhado de uma promessa: PARA QUE SE PROLOGUEM OS DIAS AQUI NA TERRA QUE O SENHOR DEUS TE DÁ. O apóstolo Paulo trouxe à memória da igreja esse Mandamento em Efésios 6:1-3.

Nossos pais gastaram o tempo de suas vidas em paciência por nós. Pacientemente muitos deles sacrificaram a si mesmos a uma vida prazerosa para poderem oferecer o melhor para os seus filhos. Educar é uma atitude que exige muita paciência porque nem sempre os filhos conseguem assimilar as nuances do ensino rapidamente. Uns levam muito tempo. Outros, nunca despertam. E os pais vão envelhecendo por causa de mim e de você.

Inevitavelmente a velhice vai tomando conta deles. Muitos filhos, já crescidos e independentes, sem se importam mais com eles. Alguns até os entregam à esfera dos abrigos. A entrada à terceira idade é o momento em que os pais mais precisam da atenção, do amor e da paciência dos filhos. E estes precisam entender que a estrutura mental e emocional deles já não suporta mais as críticas, as pedras, o desprezo, as discussões.

Nossos pais, e em especial a nossa mãe, foram os instrumentos escolhidos pelo SENHOR para que viéssemos ao mundo. Por isso precisamos honrá-los até o fim.

Os pais, independentemente da idade que estejam, sempre vão se sentir no direito de orientar a vida dos filhos. Veja o que Salomão escreveu sobre isso: “O filho sábio atende à instrução do pai; mas o escarnecedor não ouve a repreensão” (Provérbios 13:1). DEUS não se agrada de filhos rebeldes e ingratos. Nem a ELE nem aos pais naturais. Para ser bom filho para DEUS primeiramente tem que ser bom filho para os pais aqui na terra. Não se pode agradar a DEUS desonrando os pais.

Infelizmente há muitos filhos que não dão a atenção devida àqueles que gastaram as suas vidas cuidando do seu crescimento.

Procure entender a estrutura emocional e mental dos seus pais, e, sobretudo, os amem. Se algum filho se sentiu ofendido ou triste por alguma palavra que saíra deles, esse deve relevar, suportar, perdoar e prosseguir no amor. Os nossos pais podem falar o que quiserem, dentro da concepção deles de verdade e de justiça. Nós é que não temos direito algum de contendermos com eles, ainda que nos sintamos certos.

Peça ao SENHOR DEUS paciência, sabedoria e muito amor em relação aos seus pais. Amem enquanto eles estão em nosso caminho. Filhos ingratos são entregues ao caminho do mal. Dê um testemunho à sociedade da presença do Espírito Santo em sua vida, amando e se dedicando aos seus pais. Mostrem a todos o quanto vocês são filhos zelosos e dedicados. Assim as pessoas vão se sentir mais motivadas e atraídas para conhecerem o DEUS a quem vocês servem e proclamam. E se algum filho cristão tem pais que ainda não se entregaram a JESUS, não cesse de orar pela vida deles.

O SENHOR te pergunta: como é o seu relacionamento com os seus pais? Eles percebem a presença do SENHOR em sua vida através de suas atitudes?

Cuidem dos seus pais e muitos anos de vida aqui na terra o SENHOR lhes dará.

Em CRISTO,

FONTE - PASTOR FERNANDO CÉSAR

0 comentários:

Postar um comentário

 

© - 2014. Todos os direitos reservados.Imagens Crédito: Valfré